Nova Águia

Plataforma de Associações Lusófonas - 19Jul2018 23:30:00


No rescaldo dos cinco Congressos da Cidadania Lusófona, que decorreram em 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017, foi lançada a PALUS: Plataforma de Associações Lusófonas, visando agregar as Associações da Sociedade Civil (independentes nos planos governativo, partidário e religioso) de todo o Espaço da Lusofonia. Como já foi mil vezes reiterado, todos teremos a ganhar com a afirmação da Sociedade Civil. A nosso ver, essa afirmação será tanto mais forte quanto mais se realizar em rede, à escala de todo o Espaço da Lusofonia. Assim se afirmará, em última instância, a Sociedade Civil Lusófona, grande desígnio estratégico do Século XXI. 
Para mais informações:





Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2016/06/plataforma-de-associacoes-lusofonas.html



Fotos do II Festival Literário TABULA RASA (15-18 de Novembro de 2017), co-organizado pela NOVA ÁGUIA e pelo MIL... - 19Jul2018 16:34:00

15 de Novembro: Abertura do II Festival TABULA RASA, no Hotel de Sta. Maria, por Renato Epifânio (Comissário do Festival).
Mesa inicial: com Adriano Moreira, Guilherme d'Oliveira Martins e Humberto Silva (Presidente da Junta de Freguesia de Fátima).
Apresentação de Obras: com Pedro Sinde, Sílvia Patrício, Paulo José Costa, Nazaré Barros, António das Neves Martins e Abel de Lacerda Botelho.
16 de Novembro, na Escola de Hotelaria de Fátima.
Com Pequi Mpuló, Carlos Mariano Manuel e Mariene Hildebrando ("A Literatura e o Sagrado na cultura lusófona I").
No Colégio Sagrado Coração de Maria.
Com Elter Manuel Carlos e Maria Dovigo ("A Literatura e o Sagrado na cultura lusófona II").
Painel "O Sagrado nas várias tradições religiosas": com Rui Lopo, Pedro Martins, Fabrizio Boscaglia, Joaquim Pinto, Joaquim Domingues e Samuel Dimas.
Momento de Dança (Academia Arabesque).
Painel "A minha experiência como escritor": com Maria Luísa Francisco, Maria João Cantinho, Fernando Pinto do Amaral e Isabel Alves de Sousa.
17 de Novembro, no Colégio de São Miguel.
Com Henrique Machado Jorge e Luísa Timóteo ("A Literatura e o Sagrado na cultura lusófona III").
No Centro de Estudos de Fátima, com Luís Cardoso e Delmar Maia Gonçalves ("A Literatura e o Sagrado na cultura lusófona IV").
Painel "O Sagrado no pensamento, na poesia, na música e nas artes": com José Carlos Pereira, Edward Ayres d'Abrey, Luísa Malato e Manuel Cândido Pimentel.
"Festa da Fantasia", com Tomé Vieira e Carmen Zita Ferreira.
Momento musical (Essemble de Clarinetes da AMBO).
Painel "A minha experiência como escritor": com Alexandre Honrado, Risoleta Pinto Pedro e João de Melo.
18 de Novembro, no Hotel de Sta. Maria: atribuição do Prémios TABULA RASA.
Mesa do Júri: António José Borges, António Ganhão, Luís Lóia e Miguel Real.
Joana Bértholo, premiada na categoria de Literatura Infanto-Juvenil.
João Rui de Sousa, premiado na categoria de Poesia.
Bruno Vieira Amaral, premiado na categoria de Ficção.
António Braz Teixeira, premiado na categoria de Filosofia.
Pinharanda Gomes, Prémio Vida e Obra.
Encerramento do Festival: por Luís Albuquerque (Presidente da Câmara Municipal de Ourém).



Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2017/11/fotos-do-ii-festival-literario-tabula.html

21 Autores para a Filosofia Portuguesa do Século XXI - 19Jul2018 12:10:00



?21 Autores para a Filosofia Portuguesa do Século XXI?, in Letras ComVida: Literatura, Cultura e Arte, nº 4, 2º Semestre de 2011, pp. 18-66. 



Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2014/09/21-autores-para-filosofia-portuguesa-do.html



Secções da NOVA ÁGUIA 22 (2º Semestre de 2018)... - 18Jul2018 15:34:00


CIDADANIA LUSÓFONA: V CONGRESSO

DALILA PEREIRA DA COSTA, NOS 100 ANOS DO SEU NASCIMENTO

FRANCISCO DE HOLANDA, 5 SÉCULOS DEPOIS

OUTRAS EVO(O)CAÇÕES

OUTROS VOOS

EXTRAVOO

BIBLIÁGUIO

MEMORIÁGUIO



Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2018/07/seccoes-da-nova-aguia-22-2-semestre-de.html

Presença de Dalila na NOVA ÁGUIA - 18Jul2018 14:29:00



Se a NOVA ÁGUIA teve vários ?padrinhos? ? falamos das figuras maiores da Filosofia Portuguesa na altura vivas (em 2008, ano da génese deste projecto), como, nomeadamente, António Braz Teixeira, António Telmo, Manuel Ferreira Patrício e Pinharanda Gomes (e, destes quatro, António Telmo foi o único que entretanto partiu) ?, Dalila Pereira da Costa foi para nós uma espécie de ?madrinha?. Deu-se até a coincidência de o primeiro lançamento da NOVA ÁGUIA ter decorrido no Porto, na Fundação Escultor José Rodrigues (outro dos nossos ?padrinhos?), a 19 de Maio de 2008, data em que decorreu o III Colóquio Luso-Galaico sobre a Saudade, precisamente em Homenagem a Dalila Pereira da Costa, que contou com sua Presença.

Nesse primeiro número da NOVA ÁGUIA, que teve por tema ?A Ideia de Pátria: sua actualidade?, Dalila Pereira da Costa esteve igualmente presente, com um fulgurante texto intitulado ?União e Fuga à Pátria?. O mesmo, de resto, aconteceu nos dois números seguintes. No segundo número, lançado no segundo semestre de 2008, Dalila Pereira da Costa marcou a sua Presença com uma carta dirigida a João Teixeira da Motta, a propósito de um seu estudo intitulado ?O Território e o Mapa?, conjuntamente com outras cartas de Agostinho da Silva, Cruzeiro Seixas e António Quadros. Já no terceiro número da NOVA ÁGUIA, lançado no primeiro semestre de 2009, Dalila Pereira da Costa presenteou-nos com mais um dos seus fulgurantes ensaios, intitulado ?Religião Pré-Histórica?.

No sexto número da NOVA ÁGUIA, publicámos mais uma carta de Dalila, desta vez dirigida a Rodrigo Sobral Cunha, a propósito do seu estudo ?Giambattista Vico e Europa?. Em 2012, como estamos ainda todos recordados, Dalila partiu. Nesse mesmo ano, no seu décimo número, a NOVA ÁGUIA publicou em série de textos em sua expressa Homenagem: de J. Pinharanda Gomes, Carlos H. do C. Silva, Carminda Proença, Cynthia Guimarães Taveira, José Leitão, Lúcia Helena Alves de Sá, Maria José Leal, Maurícia Teles da Silva, Paulo Ferreira da Cunha, Pedro Sinde, Pedro Teixeira da Mota, Rodrigo Sobral Cunha, Rui Martins e Teresa Bernardino; para além ainda de alguns poemas, de Fernando Henrique de Passos, de Eduardo Aroso e de nós próprios: ?De Costa a Costa/ Ninguém tanto viu/ Tanto te viu, Portugal// Por Fora e por Dentro/ Viste que não existia/ Nem Dentro nem Fora// Nem Mar, nem Terra, nem Céu/ Nem Sul, nem Norte, nem Sorte/ Apenas um Destino por cumprir?.

Após a sua partida, Dalila Pereira da Costa foi sendo evocada na NOVA ÁGUIA ? nomeadamente, no décimo segundo número (Maurícia Teles da Silva, ?Dalila Pereira da Costa, d?A Ladainha de Setúbal à Ascese Arrábida?) e no décimo quinto (José Almeida, ?No Labirinto do Espírito: Dalila Pereira da Costa e Fernando Pessoa?). Neste ano de 2018, em que celebram os seus 100 anos, Dalila Pereira da Costa volta a marcar a sua Presença na NOVA ÁGUIA. Assim, no seu vigésimo primeiro número, publica-se um inédito seu, devidamente anotado por Rui Lopo. No seu vigésimo segundo número, no segundo semestre de 2018, publicaremos mais uma série de textos sobre esta figura ímpar da cultura lusófona, textos a serem apresentados num Ciclo, co-organizado pelo MIL e pela NOVA ÁGUIA, a decorrer, durante todo o ano, no Porto, no Palacete dos Viscondes de Balsemão.





Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2018/03/presenca-de-dalila-na-nova-aguia.html







"Há uma solução geopolítica para Portugal, sem vergonhas e sem preconceitos" - 17Jul2018 23:00:00

"O Diabo", 13.11.12


Edição revista e aumentada - para encomendar:
info@movimentolusofono.org
 


Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2013/08/ha-uma-solucao-geopolitica-para.html


23º número (1º semestre de 2019): tema de abertura... - 17Jul2018 18:43:00

A Lusofonia, avanços e recuos (10 anos após a criação do MIL: Movimento Internacional Lusófono)  
Para o 23º número, os textos devem ser enviados até ao final de Dezembro.


Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2018/07/23-numero-1-semestre-de-2019-tema-de.html

Evocação de Dora Ferreira da Silva, na NOVA ÁGUIA 22... - 14Jul2018 23:28:00


Dora Ferreira da Silva nasceu em Conchas, no interior de São Paulo, em 1 de Julho de 1918 e faleceu em São Paulo, a 6 de Abril de 2006, tendo-se casado aos 19 anos com o filósofo Vicente Ferreira da Silva e passando a residir em São Paulo, na rua José Clemente. Dora foi poetisa, tradutora e palestrante. Em 1940 publicou Andanças,livro de poemas que recebeu o Prêmio Jabuti, que foi atribuído a ela mais duas vezes, em 1996, por Poemas da Estrangeira,editado pela Massao Ohno, e em 2005, por Hydrias,editado pela Odysseus ? recebeu ainda o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, por seu Poesia Reunida, editado pela TopBooks, em 1999.Tradutora, traduziu Rilke, Hölderlin e Carl Gustav Jung.De 1955 a 1963, editou com Vicente Ferreira da Silva e Milton Vargas a revista Diálogo. A partir de 1965, editou, com a colaboração de Vilém Flusser, a revista Cavalo Azul, que teve 12 números publicados. E de 2003 em diante, organizou grupos de estudo, em colaboração com jovens poetas, como Rodrigo Petronio e Claudio Willer, em sua casa.Amiga de pensadores do porte de Agostinho da Silva e Eudoro de Sousa, com eles manteve fecundo diálogo, assim como com Dalila Pereira da Costa, para além de Ernesto Grassi, para citar apenas um dos nomes que frequentavam a sua casa.



Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2018/06/evocacao-de-dora-ferreira-da-silva-na.html

10 de Julho, mais uma sessão de apresentação da NOVA ÁGUIA 21... - 10Jul2018 23:42:00


10.07.18 ? 18h30: Livraria Fnac do Centro Comercial Colombo (Lisboa)



Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2018/07/10-de-julho-mais-uma-sessao-de.html

4 de Julho: "Uma Vida de Herói - Morte e Transfiguração de Jaime Cortesão", próximo título da Colecção NOVA ÁGUIA... - 04Jul2018 22:14:00


"Uma Vida de Herói - Morte e Transfiguração de Jaime Cortesão", o mais recente livro de Pedro Martins, em que o autor procede à desocultação iniciática da obra poética de Jaime Cortesão, desde A Morte da Águia até Missa da Meia-Noite, será lançado no próximo dia 4 de Julho, às 18:30, no Museu Maçónico Português, em Lisboa. Com a chancela da Zéfiro e o selo da Colecção Nova Águia, a obra, que é prefaciada por António Cândido Franco, será apresentada por Miguel Real, numa sessão que contará igualmente com a presença de Daniel Pires e de Renato Epifânio, director daquela colecção, que apresentará o mais recente número da revista Nova Águia. 

A entrada é livre.

Morada:
Museu Maçónico Português | Grande Oriente Lusitano
Rua do Grémio Lusitano, 25 (Bairro Alto), Lisboa.

Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2018/06/4-de-julho-uma-vida-de-heroi-morte-e.html




16 de Junho: Mesa Redonda sobre Lusofonia... - 16Jun2018 20:37:00


A Direcção da Sala de Convivio do LOTE 398 privilegiando o convívio intergeracional, iniciado em 1976, deseja que a MESA REDONDA, programada para o dia 16 de Junho, pelas 16 horas, desperte interesse e mereça a presença dos estimados condóminos, familiares, amigos e comunidade em geral.

LÍNGUA PORTUGUESA (Temas e Palestrantes)

Dr. Octávio dos Santos:Acordo Ortográfico de 1990 não está em vigor
Dr. Renato Epifânio: Da Razão Atlântica à Razão Lusófona
Dr. José Fernando Tavares: Avaliação Crítica do Ensino de Português


DATA DA TARDE CULTURAL: 16 de Junho de 2018 (Sábado, pelas 16,00h)

TRANSPORTE: Sugere-se a utilização do Metro.À saìda principal da Estação dos Olivais (Rua Cidade de Bissau), utilizar uma das escadas que, no exterior, dão acesso à CAVE do LOTE 398, situada precisamente nas traseiras da saída principal da Estação.

Divulgue, compareça e traga um(a) amigo(a)



Fonte: http://novaaguia.blogspot.com/2018/05/16-de-junho-mesa-redonda-sobre-lusofonia.html

Eduardo Roseira
Membros
Regista-te e participa neste projecto Basta inserir o email e começares a tua participação. Boas navegações pela Lusofonia

Email:
Painel controlo
  • Email:
  • Palavra-passe:
  • Lembrar dados
  • Ir administraçào


Sondagens
E qual a sua apreciação sobre a Revista?
Muito boa
Boa
Assim, assim
Muito Má
Mil e um

avkd

gov

agostinhodasilva

fausto

poesia

as-artes
MIL
©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional